Arte marcial que chegou ao Brasil no início do século XX, o Jiu-Jitsu promete uma série de benefícios para a sua saúde. Tendo base no uso do corpo como alavanca, além de possuir foco na técnica em vez da força, é um pilar essencial para quem quer aprender mais sobre defesa pessoal.
Mas não para por aí. A luta também ajuda a reduzir o estresse e proporciona o aumento da resistência física com exercícios de alta intensidade. É uma boa procura para pessoas de todas as faixas etárias que desejam cultivar hábitos mais saudáveis por meio do exercício físico.
Neste artigo, vamos contar 5 benefícios do Jiu-Jitsu para a sua saúde, do condicionamento físico ao bem-estar psicológico.

Aumenta a sua resistência física

O jiu-jitsu trabalha o corpo de uma forma completa. Como a luta envolve o desenvolvimento de técnica e não apenas a aplicação de força, é um ótimo esporte para a definição do corpo.
Vários músculos são mobilizados para realizar as posições. Por isso, mantê-las envolve resistência e potência que, por consequência, ajudam a tonificar o corpo.
A atividade é muito completa, beneficiando o praticante com a melhora do seu sistema cardiorrespiratório, o que contribui na prevenção de uma série de condições de saúde, como:
Obesidade;
Doenças cardiovasculares;
Diabetes;
Distúrbios do sono;
Aumento da pressão arterial, entre outros.

Auxilia na perda de peso

Em uma aula de Jiu Jitsu com uma média de uma hora, o aluno pode queimar até 1200 calorias. Sendo assim, a prática da arte marcial pode contribuir para a perda de peso.
Aliada a uma dieta balanceada, pode ser uma atividade relevante para a manutenção de uma alta qualidade de vida para o praticante. Para quem deseja perder peso, também é uma opção relevante que combina técnicas de luta para fortalecer o corpo e a mente, como veremos a seguir.

Contribui para a sua saúde mental

As contribuições das artes marciais para a saúde mental são inúmeras. Por exemplo, uma pesquisa do USF College of Public Health, dos Estados Unidos, aponta evidências de que o Jiu-Jitsu pode ser uma importante ferramenta no combate ao Transtorno de Estresse Pós-Traumático.
Confira como o Jiu-Jitsu pode contribuir na melhora do seu bem-estar:
Estresse
Essa modalidade pode funcionar como uma válvula de escape para o praticante, que consegue canalizar as energias acumuladas e eliminar o estresse.
Isso acontece porque, durante e após a aula, o corpo libera endorfina, hormônio responsável por regular as emoções e controlar a percepção da dor. Por isso, é comum sentir a sensação de relaxamento depois de praticar atividade física.
Assim, pode-se dizer que o esporte funciona como terapia, pois a atividade física de alta intensidade exige concentração e ajuda a distrair e a esquecer os problemas do dia a dia.
Ansiedade
Outro ponto positivo é o auxílio no controle da ansiedade. No Jiu-Jitsu, pessoas menores conseguem dominar outras maiores, o que ajuda a construir a sensação de confiança e empoderamento.
Algumas consequências disso são o desenvolvimento da capacidade de manter a calma e ter maior controle da própria mente em situações de pressão em áreas da vida como o trabalho.

É um importante instrumento de defesa pessoal

Além de benefícios diretos para a saúde física e psicológica, o Jiu-Jitsu também contribui para a preservação da integridade física, por ser um importante instrumento de defesa pessoal.
Principalmente para as mulheres, pode ser um importante aliado, já que é uma técnica que privilegia a técnica à força. Com o domínio da arte marcial, pode-se imobilizar uma pessoa com um peso maior que o seu. Dessa forma, é possível evitar situações de perigo sem recorrer a violência física.
Além disso, melhora os reflexos do praticante, já que, a todo momento, ele precisa estar atento aos movimentos de seu adversário.

Ajuda no desenvolvimento da resiliência

Para além da luta em si, o Jiu-Jitsu se preocupa em ensinar as atitudes de um lutador. Isso significa ter perseverança, pensar sobre pressão e respeitar o seu adversário.
Principalmente para crianças, pode favorecer o desenvolvimento da disciplina, por promover o respeito às regras e ao mestre. A hierarquia rígida de graduação também contribui para desenvolver essas boas práticas que refletem na saúde de crianças e adolescentes que sofrem de hiperatividade e ansiedade.
Quer começar a praticar Jiu-Jitsu?
Procure o seu médico para saber se a atividade é adequada para você e tenha certeza de que vai praticar o esporte em um centro certificado. Seguindo essas dicas, você estará pronto para dar um passo rumo a uma atividade que melhorará a sua saúde e qualidade de vida.

Leave a Comment