A prática do Jiu-Jitsu pode gerar diversos benefícios às mulheres. Ao estimular o desafio e a superação de adversidades, o esporte é uma grande oportunidade para quem deseja melhorar o condicionamento físico e se desestressar depois de um longo dia.
Além disso, a arte marcial ajuda no desenvolvimento de habilidades de defesa pessoal, garantindo às mulheres mais segurança e confiança nos seus desafios.
Confira, neste artigo, cinco benefícios do Jiu-Jitsu para elas:

Aprender sobre defesa pessoal

A base do Jiu-Jitsu é a defesa pessoal. Com as técnicas corretas, uma pessoa pequena pode imobilizar uma pessoa maior e se defender. Sendo assim, tendo em vista o momento de violência que vivemos nas grandes cidades, a prática pode ajudar as mulheres a se defenderem e a evitarem agressões inesperadas.

Melhora da capacidade cardiovascular e respiratória

A prática do Jiu-Jitsu também faz bem ao coração. Durante os treinos no chão, em conjunto com os exercícios anaeróbicos e aeróbicos, a praticante pode notar melhora na sua respiração.
Ao mesmo tempo, existe o trabalho cardiovascular, devido à intensidade dos treinos, aumentando a resistência e melhorando o condicionamento físico da lutadora.
Além disso, o Jiu-Jitsu oferece outros benefícios para o corpo, como o aumento de flexibilidade. As várias posições utilizadas na luta contribuem para que a praticante desenvolva maior coordenação motora para executar as técnicas.

A luta contribui como terapia

Os benefícios do Jiu-Jitsu extrapolam o corpo físico e atuam também no seu psicológico. Por isso, uma aula pode ajudar as mulheres a descarregarem o estresse após longas jornadas de trabalho.
Isso acontece porque o exercício físico de alta intensidade contribui para a liberação dos “bons” hormônios, como a endorfina, que promove a sensação de relaxamento.

O Jiu-Jitsu ajuda a emagrecer

A luta requer alto esforço físico nos treinos, mesmo sendo um esporte praticável por qualquer pessoa.
Um quilo equivale a aproximadamente 7000 calorias e, em uma aula, a praticante pode-se queimar até 1000 ou mais calorias. Dessa forma, com uma dieta balanceada, a tendência é perder peso e melhorar o condicionamento físico com o tempo.
Ao longo das aulas, você vai realizar tanto o exercício aeróbico quanto o anaeróbico, o que acelera o seu metabolismo e potencializa a queima de gordura. Além disso, pela exigência física, a arte suave permite que a mulher desenvolva a sua força, aumentando, inclusive, a massa muscular. Isso colabora na redução da celulite e gordura localizada, além de melhorar a qualidade de vida.
Após alguns meses de treino, já é possível ver resultados na definição do corpo, como na barriga, braços, quadris e pernas.

Melhora da autoestima e confiança

A importância da parte técnica, que exige muita concentração, torna as mulheres candidatas ao bom desempenho no Jiu-Jitsu. Entre os resultados após alguns meses de prática, também está o aumento da autoestima e confiança, decorrente da melhora de performance no exercício.
Assim, a luta também contribui na melhora da concentração no trabalho e nos afazeres em geral. Afinal, o Jiu-Jitsu é uma arte marcial que demanda muita atenção da praticante.
Além disso, melhora a comunicação com outras pessoas pelo contato com as outras praticantes, o que ajuda a superar a timidez.
De um modo completo, o Jiu-Jitsu traz diversos benefícios à vida das mulheres, para que elas possam viver vidas mais saudáveis, prevenindo o sedentarismo, o estresse, entre outros dilemas da vida contemporânea.

Leave a Comment